Arquivo | 6:00 am

Pucci – ontem e hoje…

9 maio

Olá meninas,

O post de hoje é muito colorido, estampado e sofisticado!

Vou falar de  Emilio Pucci, cujas criações ganharam o mundo e desfilaram no corpinho de muitas mulheres icônicas, entre elas – Marlyn Monroe, Sophia Lauren e Jackie Kennedy.

Até hoje, com seus 64 anos de existência, a marca continua viva e com muitas adeptas cheias de estilo, como Victoria Beckham, Elizabeth Hurley et Kylie Minogue.


Tudo começou em 1947, quando o designer ainda fazia roupas de esqui e, por uma dessas irônias do destino, a roupa confeccionada para uma amiga foi parar nas páginas da revista de moda Harper’s Bazzar.

Dali em diante tudo mudou na carreira do estilista, que começou a fotografar o mar de Capri e se encantar com suas nuances…as peças coloridas criadas tempos mais tarde foram inspiradas por essa e outras belezas naturais da Itália.

A casa da família Pucci, no coração de Florença, foi o local escolhido para abrir a primeira loja, que passou a ser frequentada pelo jet-set italiano.

As peças criadas por Emilio Pucci sempre foram diferenciadas, pelas cores – criadas pelo próprio designer, muitas nem existiam na escala Pantone – pelo tecido – o jérsey de seda, que era uma inovação na época e se tornou uma de suas marcas registradas  – e pelas estampas, um tanto quanto “psicodélicas”.

Ao criar seus vestidos, o designer desejava que o tecido envolvesse o corpo feminino, evidenciando suas formas. Segundo ele, a peça deveria vestir a mulher como uma meia-calça, contornando sua silhueta.

O talento de Pucci não se limitou a moda, suas estampas também apareceram em vasos de porcelana, velas de barco, tapetes, mobiliário, uniforme de Cia. aérea e até logo da Nasa

Nos anos 90, Laudomia Pucci – filha de Emilio – assumiu a marca se associando em abril de 2000 ao poderoso grupo de marcas de luxo, LVMH. Atual diretora de imagem da Pucci, desenvolve um excelente trabalho em equipe com o designer Peter Dundas, diretor criativo da maison, cargo que já foi ocupado por Christian Lacroix (2003) e Matthew Williamson (2005).

A marca hoje possui mais de 50 lojas em todo o mundo, inclusive aqui no Brasil, onde inaugurou em dezembro de 2010 seu espaço no Shopping Cidade Jardim, em SP!

Em comemoração aos 60 anos da Pucci, a editora Taschen lançou um belíssimo livro, contendo centenas de fotografias, desenhos, croquis, estampas e imagens de campanhas publicitárias da marca visionária e revolucionária. Cada capa foi produzida com uma estampa diferente e, segundo Laudomia, as pessoas adoraram a ideia. Em uma entrevista para a revista Elle  ela contou: “…uma cliente de Nova York comprou cinco livros. Isso porque ela tem os vestidos com a mesma estampa das capas e, então, toda vez que recebe amigos em sua casa, ela usa um look coordenado com o livro de centro de mesa”.

Escrito por Vanessa Friedman (Financial Times) e Alessandra Arezzi Boza (Fundação Emilio Pucci), o livro está disponível em duas versões: “Pucci, Vintage Art Edition“, com capa dura e caixa de acrílico, são 416 páginas e ainda 4 posters com estampas da grife. Essa edição é limitadíssima e tem apenas 500 exemplares, numerados e assinados pela própria Laudomia Pucci. O precinho…€ 750. Existe também uma outra opção mais acessível  – “Emilio Pucci“, essa com 416 páginas e capa dura estampada com desenhos icônicos da marca. São apenas 10.000 cópias, por € 150.

Os objetos de desejo…

É isso, girls, post longo mas cheinho de informação, né?! Adoro fazer esse tipo de pesquisa e escrever sobre assuntos que remetem à história da moda…hehe

Mas me digam, e vocês, gostam da marca Pucci?!

Bjsss

%d blogueiros gostam disto: